Envio de prévia da NF-e

Última atualização em: 05 de fevereiro, 2018

O InvoiCy conta com uma nova funcionalidade a partir de agora, a possibilidade de enviar uma prévia da NF-e através da integração via Web Service. Essa prévia consiste em um resumo da nota, que poderá conter apenas algumas informações principais da NF-e.

Ao receber essa estrutura da prévia, o InvoiCy irá criar um registro da NF-e na tela de documentos em digitação. Posteriormente essa nota poderá ser complementada manualmente pelo usuário e emitida através da tela de digitação do InvoiCy.

Na sequência apresentamos um passo a passo de como proceder para enviar a prévia de uma NF-e.

Primeiramente o seu ERP deve realizar a integração com o novo Web Service disponibilizado pelo InvoiCy. Trata-se do WS arecepcaoprevia.aspx. Este Web Service é único e deve ser utilizado apenas para efetuar o envio da prévia das NF-e. Abaixo, detalhamos o processo de integração com esse Web Service.

Para realizar a integração siga os seguintes passos:

1. Visualizando a estrutura WSDL do Web Service

Para visualizar a estrutura WSDL do Web Service basta copiar e colar o link do Web Service em seu navegador de internet, por exemplo, https://homolog.invoicy.com.br/arecepcaoprevia.aspx?wsdl. Assim podemos visualizar toda a estrutura do WSDL, conforme demonstra a imagem abaixo:

2. Realizando o consumo do Web Service

Você deverá realizar o consumo do Web Service para efetuar a integração. Ao consumir o WS deverá informar os seguintes parâmetros:

EmpPK: Chave de Parceiro disponibilizada pela Migrate para cada cliente.

Exemplo: PYcEsFuKroDBojfiFEl+Ms==

A chave de parceiro é gerada por nosso Sistema de Gestão no momento que a sua empresa é cadastrada como nosso parceiro. A mesma será enviada por e-mail e utilizada para controlar as empresas de clientes finais que utilizarão licenças adquiridas pela sua empresa.

EmpCK: Código HASH gerado em formato MD5 de acordo com os dados enviados.

Exemplo: 213f3b55d679e790258fd811cc86d309

Utilizado para validar a comunicação e proporcionar segurança à comunicação. Consulte o artigo Como gerar o código Hash MD5? para mais informações.

EmpCO: Identificador do PDV. Não é necessário o preenchimento.

Texto: Uso interno do InvoiCy. Não é necessário o preenchimento.

Documento: Conteúdo do XML da prévia a ser enviada para o InvoiCy.

Parâmetros: Neste campo podem ser informados alguns parâmetros, como por exemplo, quais dados deseja que retorne ao executar uma consulta de documentos. Não é necessário o preenchimento.

Dentro da TAG <inv:Documento>, você deverá informar o conteúdo XML da prévia. O conteúdo da tag “Documento” deve ser convertido para texto, como demonstra a imagem abaixo:

Para fazer download da estrutura SOAP de envio clique aqui.

3. Gerando a estrutura do arquivo XML da prévia

O layout para envio da prévia segue a mesma estrutura do layout de envio da NF-e, onde deve ser incluído apenas o campo <NumeroPedido>, e substituída a tag pai <Envio> por <EnvioPrevia>. Para visualizar o layout de envio da NF-e clique aqui.

A imagem abaixo representa o layout com os campos obrigatórios para o envio da prévia. Os demais campos do layout podem ser incluídos conforme a necessidade da empresa.

Envio da prévia NF-e

Para fazer download da estrutura do arquivo XML exibido na imagem clique aqui.

Abaixo esclarecemos algumas informações importantes sobre o envio da prévia.

– Número do pedido:

O número do pedido é único para cada documento enviado, ou seja, para cada novo número de pedido será gerado um novo documento.

Se o número do pedido enviado já existir no InvoiCy e a nota ainda estiver em digitação, os dados do documento serão atualizados.

Porém se o número do pedido já existir no InvoiCy, mas a nota não estiver mais em digitação, ou seja, estiver com status final (autorizada, rejeitada, cancelada), será retornada uma mensagem informando que o número do pedido corresponde a um documento já emitido.

– Série do documento:

Não é obrigatório informar a série para o envio da prévia. Nesse caso o InvoiCy irá pegar a série que está cadastrada como padrão para a empresa, e gerar o documento seguindo a numeração já existente.

Caso o cliente informe uma série, mas a mesma ainda não está cadastrada, o InvoiCy irá cadastrar a série para a empresa, porém não como série padrão.

– Informações de produto, destinatário e tomador:

Se o cliente informar apenas o código de um produto que já está cadastrado para a empresa, o restante das informações será apresentado quando o cliente acessar o documento em digitação, de acordo com o cadastro do item.

Da mesma forma, caso o cliente informe apenas o CNPJ do destinatário e/ou transportador, as informações serão acrescentadas ao documento em digitação de acordo com o cadastro de pessoas.

Quando o usuário informar o código de um produto, CNPJ do destinatário ou transportador já existente no InvoiCy, porém com mais algumas informações, estas informações serão atualizadas nos devidos cadastros.

O cliente também tem a opção de informar um produto, destinatário ou transportador que ainda não esteja cadastrado no InvoiCy, então no momento de recebimento da prévia os mesmos serão cadastrados de acordo com as informações recebidas.

Caso o cliente envie apenas algumas informações básicas, o cadastro será efetuado mesmo assim, e posteriormente poderá ser complementado via tela no InvoiCy.

4. Realizando a leitura do retorno do envio da prévia

Após o envio da prévia da NF-e, precisamos realizar a leitura do retorno do processamento do documento. O retorno recebido segue a seguinte estrutura XML:

Para fazer download da estrutura SOAP de retorno clique aqui.

Após o recebimento da prévia no InvoiCy, será gerado um registro da NF-e na tela de documentos em digitação, conforme imagem abaixo, que poderá ser complementado e emitido pelo usuário posteriormente.

5. Consulta da prévia

Após o envio da prévia, o cliente tem a possibilidade de executar uma consulta para visualizar os documentos que ainda estão em digitação. Para isso basta enviar a mesma estrutura de consulta de documentos do InvoiCy, juntamente com os parâmetros. A imagem abaixo representa uma estrutura básica para consulta de um documento.

Consulta de documento

Nos parâmetros apenas deve ser acrescentada a tag <DocumentosDigitacao>, com a informação ‘S’, como demonstra a imagem abaixo.

Parâmetros da consulta

Para mais informações sobre a consulta de documentos leia o artigo Consultando um documento.

Como inutilizar uma NFS-e?

Última atualização em: 05 de fevereiro, 2018

Neste artigo iremos demonstrar para as empresas que possuem NFS-e com status rejeitada, como realizar a inutilização das mesmas através do Web Service do InvoiCy.

Destacando que hoje apenas o município de Caxias do Sul-RS possui serviço de inutilização, então para os demais municípios as NFS-e serão inutilizadas apenas no InvoiCy, e não na Prefeitura.

Também é importante destacar que para padrões que exigem a sequência de numeração do RPS não será permitida a inutilização dos documentos.

1. Consumindo o Web Service

Primeiramente, você deve realizar o consumo do Web Service de Inutilização de NFS-e – https://homolog.invoicy.com.br/arecepcao.aspx?wsdl.

2. Criando o XML para o envio

Para obter os layouts de envio e retorno do XML de inutilização de NFS-e, faça o download do arquivo Inutilização.zip.

O XML a ser enviado deverá conter o número inicial e final juntamente com a série da NFS-e que deverá ser inutilizada.

O documento XML deve ser inserido entre as TAGS <inv:Documento> </inv:Documento> do SOAP de envio. Para saber como gerar a Tag inv:Documento corretamente e como gerar a chave de comunicação, consulte o artigo Gerar um XML de Envio passo-a-passo.

A imagem abaixo representa um exemplo de envio de inutilização através da ferramenta SoapUI.

3. Realizando a leitura do retorno do envio da NFS-e

Após o envio do XML, precisamos realizar a leitura do retorno da inutilização da NFS-e. O retorno recebido segue a seguinte estrutura SOAP:

A estrutura SOAP acima demonstra o retorno do serviço de inutilização de apenas uma NFS-e, porém, é possível inutilizar mais de uma NFS-e em uma única requisição.

O seu sistema deve ler o retorno, validando as informações conforme o layout de retorno. O retorno criará um grupo para cada NFS-e, contendo o número, série, situação, entre outros. Retornará também os erros, caso a prefeitura não permita a inutilização.

Envio de NFS-e em lote

Última atualização em: 27 de setembro, 2017

O InvoiCy Conector também possibilita o envio de NFS-e em lotes. Para isso foi criada uma nova aba de configurações, dentro do menu ‘Opções – Configurações Gerais’, como demonstra a imagem a seguir.

Através dessa tela é possível habilitar o envio de NFS-e em lote, bem como definir a quantidade de NFS-e que será enviada por lote. A imagem abaixo destaca essas configurações.

Ao salvar as configurações será apresentada uma mensagem em tela, informando que para a aplicação das configurações será necessário parar todos os serviços que estejam em execução.

Mensagem de confirmação

Ao clicar no botão ‘OK’, será aberta a tela dos serviços, para que você usuário se certifique que todos os serviços estejam parados. Caso algum serviço esteja rodando, clique no botão ‘Parar’, como demonstra a imagem.

Ao fechar essa tela será apresentada uma mensagem de sucesso sobre a aplicação das configurações, e solicitando se deseja iniciar os serviços novamente.

Mensagem de sucesso

Ao clicar no botão ‘Sim’, será aberta novamente a tela de serviços, para que você usuário inicie os serviços desejados. Assim que os serviços estiverem iniciados, o Conector fará o envio das NFS-e em lote conforme as configurações.

OBSERVAÇÃO: é importante destacar que o envio em lote funciona apenas para arquivos do módulo NFS-e. Para os demais módulos o envio dos arquivos não sofreu nenhuma alteração.

Relação de web services utilizados pelo Invoicy Conector

Última atualização em: 20 de julho, 2017

 

Para que o Invoicy Conector possa ser utilizado, há uma relação de web services em que não poderão incidir bloqueios. Abaixo são listados os web services, de homologação e produção, que devem estar liberados.

Homologação
Porta: 5671
Mensageria: homologmensageria.invoicy.com.br

Porta: 443 e 80
Recepção: https://homolog.invoicy.com.br/arecepcao.aspx
WebserviceNucleoNFSe: https://homolog.invoicy.com.br/arecepcao.aspx
WebserviceModuloNFe​: https://homolog.invoicy.com.br/nfe_nfce/awsinfe.aspx
WebserviceModuloNFCe: https://homolog.invoicy.com.br/nfe_nfce/awsinfe.aspx
WebserviceModuloMDFe: https://homolog.invoicy.com.br/mdfe/awsimdfe.aspx
WebserviceModuloCTe: https://homolog.invoicy.com.br/cte/awsicte.aspx
LinkDownloadAtualizacao​: https://homolog.invoicy.com.br/adownloadatualizacao.aspx

Produção
Porta: 5671
Mensageria: mensageria.invoicy.com.br

Porta: 443 e 80
Recepção: https://app.invoicy.com.br/arecepcao.aspx
WebserviceNucleoNFSe: https://app.invoicy.com.br/arecepcao.aspx
WebserviceModuloNFe​: https://app.invoicy.com.br/nfe_nfce/awsinfe.aspx
WebserviceModuloNFCe: https://app.invoicy.com.br/nfe_nfce/awsinfe.aspx
WebserviceModuloMDFe: https://app.invoicy.com.br/mdfe/awsimdfe.aspx
WebserviceModuloCTe: https://app.invoicy.com.br/cte/awsicte.aspx
LinkDownloadAtualizacao​: https://app.invoicy.com.br/adownloadatualizacao.aspx

Cadastro de usuários multiempresa

Última atualização em: 25 de novembro, 2017

Olá! Neste artigo iremos descrever os passos necessários para cadastrar um usuário para uma empresa no InvoiCy.

Buscando agilizar o processo de cadastro dos usuários na Plataforma InvoiCy, disponibilizamos uma nova tela para que o usuário parceiro possa fazer o cadastro de usuários para múltiplas empresas simultaneamente, eliminando a necessidade de o usuário acessar cada empresa individualmente para fazer o cadastro dos usuários.

Essa funcionalidade está disponível no Painel de Controle, grupo ‘Configurações do Parceiro’, opção ‘Usuários’, como demonstra a imagem a seguir.

Na tela serão listados todos os usuários cadastrados para o parceiro, com a possibilidade de excluir, editar e ainda cadastrar um novo usuário, como demonstra a tela abaixo.

Aplicação dessa funcionalidade na prática

Você deve estar se perguntando: “em quais situações posso utilizar essa funcionalidade de cadastro de usuários para múltiplas empresas?”. Bom, vamos exemplificar algumas situações práticas onde a utilização dessa funcionalidade pode facilitar o gerenciamento de seus usuários e permissões para suas empresas.

Situação 1: você possui um grande grupo de empresas cadastradas, e precisa cadastrar um novo usuário para elas. Através da nova tela de usuários do parceiro você poderá cadastrar seu usuário, atribuir as permissões e vincular a todas as empresas desejadas. Automaticamente o usuário será cadastrado em cada uma das empresas, já com as permissões atribuídas.

Ao acessar a nova tela de usuários do parceiro e cadastrar um novo usuário deve-se preencher as informações de cadastro como nome, e-mail, senha e status, e configurar as permissões desejadas, podendo também atribuir o usuário aos grupos de permissões cadastrados. A imagem abaixo demonstra esse processo.

Ao lado esquerdo das permissões são listados os grupos de permissões pertencentes a empresa, onde ao clicar sobre um grupo, suas permissões serão habilitadas e destacadas com uma cor ao lado, para melhor identificação do usuário. Ao clicar novamente sobre o grupo selecionado as opções serão desabilitadas.

As permissões são separadas por módulos e demais funcionalidades do sistema, como informações relacionadas a empresa, usuários, configurações gerais e as permissões para ‘Notificações’, onde é possível gerenciar os tipos de e-mails e notificações gerados pelo InvoiCy que o usuário irá receber.

Na imagem de exemplo, temos o usuário Contador, que está atribuído ao grupo de permissões Contador e Administrador, onde as cores especificam quais as permissões de cada grupo.

Destacando que mesmo que o usuário esteja atribuído a um grupo de permissões, é possível adicionar manualmente mais permissões para ele, conforme a necessidade.

Após configurar as permissões de acesso e salvar o usuário, deve-se vincular as empresas ao usuário. Destacando que o usuário terá acesso a todas as empresas que forem vinculadas. Utilize o botão ‘Vincular empresas’, para realizar o vínculo das empresas ao usuário cadastrado.

Será aberta uma tela com a listagem das empresas do parceiro. Através do ‘Grupo de empresas’ pode-se selecionar o grupo de empresas desejado e clicando em ‘Pesquisar’ serão apresentadas em tela apenas as empresas pertencentes ao grupo. Selecione a empresa que deseja vincular ao usuário e aplique a seleção.

Ao aplicar a seleção serão exibidas as empresas que foram vinculadas ao usuário, conforme demonstra a imagem abaixo.

Ao fazer o vínculo do usuário com as empresas, automaticamente este usuário aparecerá na tela de usuários de cada empresa para a qual foi vinculado. Para visualizar o usuário respectivo da empresa acesse o Painel de Controle, e no grupo ‘Empresas’ clique na opção ‘Usuários’.

Situação 2: você efetua o cadastro de uma nova empresa, e deseja vincular um usuário já existente para ela. Nesse caso você não precisa cadastrar o usuário novamente na empresa, basta acessar a tela de usuários do parceiro, editar o usuário que deseja vincular à empresa, configurar as suas permissões e vincular a empresa nova ao usuário. Assim o mesmo já será cadastrado na empresa nova, com as permissões configuradas. Esse processo de vincular empresas ao usuário está exemplificado na situação 1.

Situação 3: se você desejar, pode fazer o cadastro do usuário diretamente para a empresa que está selecionada no combobox de empresas, localizado na parte superior direita da aplicação. Para isso basta acessar o Painel de Controle e no grupo ‘Empresas’ clicar na opção ‘Usuários’.

Ao acessar a tela de usuários da empresa, serão listados todos os usuários cadastrados para a respectiva empresa, com opções de excluir, editar, vincular o usuário à mais empresas ou visualizar seus logs. Existem 4 opções para cadastro de usuários, veja a seguir a explicação de cada uma:

– Novo usuário: será a opção padrão, onde o parceiro poderá cadastrar um novo usuário normalmente, selecionando a opção ‘Novo usuário’ e clicando no botão ‘Continuar’, como demonstra a imagem abaixo.

Na tela de cadastro do novo usuário, deve-se preencher os campos da parte superior informando o Nome, E-mail, Senha e Status, e após deve-se definir as suas permissões.

Após cadastrar o usuário é possível vincular o mesmo a outras empresas já cadastradas, através da tela de usuários da empresa, opção ‘Empresas do usuário’ localizada na grid, conforme apresentado abaixo.

Ao clicar nessa opção o usuário será direcionado para a nova tela de usuários do parceiro, onde deverá editar o usuário desejado e vincular as suas empresas, como já foi exemplificado na situação 1.

É importante destacar que será atribuído apenas o usuário para as empresas selecionadas, sem as permissões configuradas, nesse caso será necessário atribuir as permissões novamente.

– Usar usuários da matriz: essa opção estará disponível apenas quando for cadastrada uma filial, e a matriz possuir usuários cadastrados. Ao marcar essa opção todos usuários da empresa matriz serão copiados automaticamente para esta nova empresa filial.

– Usar usuários do grupo de empresa: essa opção estará disponível apenas quando a empresa pertencer a um grupo de empresas. Ao selecionar essa opção serão copiados os usuários de todas as empresas que também estiverem vinculadas ao mesmo grupo de empresas.

– Usar usuários já cadastrados: essa opção estará disponível apenas quando o usuário parceiro possuir usuários cadastrados. Ao selecionar a opção “Usuário já cadastrado” será apresentada uma lista com todos os usuários cadastrados para o parceiro, como demonstra a imagem abaixo, permitindo assim vincular esses usuários para a nova empresa a ser cadastrada.

Personalização das permissões de acesso do usuário para a empresa

Ao cadastrar um usuário pela nova tela de usuários do parceiro, e fazer o vínculo com as empresas, automaticamente o mesmo aparecerá na tela de usuários da empresa para a qual foi vinculado. Sendo assim, sempre que o usuário sofrer alguma alteração através da tela de usuários do parceiro, a mesma será replicada para o usuário de cada empresa em específico.

Agora, suponhamos que você cadastre o usuário contador e vincule com todas as suas empresas. Mas para a empresa Matriz você deseja liberar mais algumas permissões para ele, então você acessa a tela de usuários da empresa Matriz e altera o usuário contador, configurando as permissões desejadas.

A partir desse momento o usuário contador passa a ser um usuário personalizado para a empresa Matriz, então todas as alterações realizadas nesse usuário, pela tela de usuários do parceiro não serão impactadas para o usuário contador na empresa Matriz, apenas para o usuário das demais empresas.

Distribuição de CT-e de entrada na SEFAZ

Última atualização em: 10 de maio, 2017

 

Olá! Neste artigo descrevemos como é realizada a consulta e solicitação de download dos documentos XML dos CT-e emitidos contra o CNPJ da empresa através do InvoiCy.

A SEFAZ disponibiliza o Web Service CTeDistribuicaoDFe para efetuar a consulta e o download dos documentos emitidos contra o CNPJ da empresa.

De acordo com a NT2015/002, o Web Service denominado CTeDistribuicaoDFe tem como objetivo disponibilizar para os atores do CT-e informações e documentos fiscais eletrônicos de seu interesse. A distribuição será realizada para Emitentes, Remetentes, Destinatários, Expedidores, Recebedores, Tomadores e Terceiros informados no conteúdo do CT-e respectivamente nos grupos do Emitente, Remetente, Destinatário, Expedidor, Recebedor, Tomador e no grupo de pessoas autorizadas a acessar o XML.

Este serviço permitirá que um ator do CT-e tenha acesso aos documentos fiscais eletrônicos (DF-e) e informações resumidas que não tenham sido geradas por ele e que sejam de seu interesse.

Os documentos fiscais eletrônicos e informações resumidas estarão disponíveis para distribuição por até 3 meses após sua recepção pelo Ambiente Nacional do CT-e.

Para o usuário não terá nenhum impacto na execução do processo, que continuará integrando com o Web Service de recepção do InvoiCy, enviando o layout específico para distribuição dos CT-e de entrada. No decorrer do artigo explicaremos com mais detalhes sobre a estrutura do layout.

1. Gere a estrutura do arquivo XML de distribuição do CT-e de entrada

Através da integração com o Web Service CTeDistribuicaoDFe é possível realizar a consulta e download dos documentos CT-e emitidos contra o CNPJ da empresa que está manifestando.

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML com a estrutura para distribuição dos CT-e de entrada.

Será necessário informar o modelo do documento (CTe), versão do layout (1.00), CNPJ do emissor que se deseja consultar os Conhecimentos de entrada e tipo de ambiente.

Em caso de consulta pelo NSU, através do campo ‘UsarUltimoNSU’, deve-se indicar se o InvoiCy deve ou não usar o último NSU (Número Sequencial Único). Caso informar o valor ‘S’ deve-se preencher o campo ‘NSUEspecifico’ com o número do NSU. Caso informar o valor ‘N’, não é necessário preencher o campo ‘NSUEspecifico’.

Disponibilizamos também um documento que especifica o layout do XML que deve ser gerado, clique aqui para fazer o download.

2. Consuma o Web Service de recepção de documentos do InvoiCy

Após a geração do XML de distribuição dos CT-e de entrada o próximo passo é realizar o consumo do Web Service de recepção do InvoiCy.

O XML gerado deve estar na tag “Documento”, convertido para texto, como demonstra a imagem abaixo:

Clique aqui para fazer download do XML exibido na imagem.

Para a geração do código hash informado no campo “EmpCK” deve-se utilizar todo o conteúdo da tag “Documento”. Maiores explicações sobre a geração do código hash você encontra no artigo Gerando o hash MD5.

3. Obtenha o retorno da distribuição do CT-e de entrada

Após o envio, será retornada uma lista com os Conhecimentos de entrada de acordo com os parâmetros informados para a busca.

Para visualizar um arquivo de exemplo de retorno da consulta clique aqui.

Para ter acesso completo as informações da Nota Técnica 2015/002, clique aqui.

Emissão de NFC-e com Serviço para Distrito Federal

Para o Distrito Federal é permitido a emissão de NFC-e com item de Serviço, porém é válido observar algumas diferenças no arquivo para que a emissão seja realizada com sucesso, segue:

  • No detalhamento do item, para uma emissão de NFC-e serviço o campo “indTot” deve ser informado com valor “1”, mesmo assim no grupo “ICMStot” o campo de total de valores do produto “vProd_ttlnfe” deve ficar com valor zerado. Desta forma, observa-se também que o campo “nTipoItem” (campo disponível apenas para quem integra com o InvoiCy via Web Services) deve ser informado com valor “5”, conforme podemos ver na imagem abaixo:

DetalhesdoItem

  • Deve-se informar no grupo “ICMStot” o campo “vFrete_ttlnfe” com valores zerados, porém no grupo “transp” deve-se preencher o campo “modFrete” com a opção sem frete “9”, visualize abaixo a demonstração.

TAG_Frete

ATENÇÃO:
Para a emissão de NFC-e com ISS em Brasília só pode ser usada para empresas prestadoras de serviço, para serviços prestados cujo os tomadores de serviços são pessoas físicas. Se o tomador for PF deve emitir NF-e com ISS.

Veja aqui um exemplo completo de uma NFC-e com Serviço para o Distrito Federal.

Validação sobre campos do tipo Date, DateTime e Numeric

Última atualização em: 28 de setembro, 2020

Prezado Parceiro,

Estaremos realizando uma migração de tecnologia em nossas aplicações e junto com ela virá uma adequação nos layouts de integração do InvoiCy, onde seguindo o padrão de validação para arquivos XML, os campos de tipo Date, DateTime e Numeric que não possuírem valores válidos ou forem informados com tags vazias (<tag></tag>) ou fechadas (<tag/>) resultarão em rejeição por falha no esquema XML, então sugerimos que faça uma revisão em seus processos de geração de XML e evite possíveis paradas.

Pois bem, o que são considerados valores válidos para cada um desses tipos? Listamos abaixo alguns exemplos:

– Date

     Uma data válida <dVenc>2016-12-05</dVenc>

– DateTime

     Uma data e hora válida < dhCont>2016-12-05T10:55:00</dhCont>

– Numeric

    Um número válido <vProd>100.00</vProd>

– Carácter

Um informação válida <xJust>Entrada em contingência devido a falha de conexão</xJust>


Vale ressaltar que essa validação já ocorre para campos do tipo Numeric e passará a ser aplicada nos campos Date, DateTime e Carácter. Desta forma, para adequar seu sistema, basta seguir a mesma lógica dos campos tipo Numeric e aplicá-la também sobre os campos do tipo Date, DateTime e Carácter, ou utilizar a regra padrão, se não precisa informar algum valor para um campo, não inclua a tag no XML.

Neste primeiro momento essas regras e validações serão aplicadas aos layouts de emissão do InvoiCy (NFC-e, NF-e, CT-e e MDF-e), e posteriormente aos demais layouts: envio de eventos, realização de consultas, solicitação de exportação, etc.

Somente os layouts de integração com o Módulo NFS-e (Nota Fiscal de Serviço) não serão afetados.

Entrada em homologação e produção

Estas validações estarão em nossos ambientes de:

     – Homologação a partir de 07/11/2016.

     – Produção a partir de 21/11/2016.

Tags

Abaixo a relação de campos que devem ser revisados nos layouts de emissão.