Padrão DEISS – Antigo

 

O Padrão DEISS é do tipo TXT, não disponibilizando Web Services para Recepção dos RPS, sendo necessário realizar download do Software DEISS disponibilizado no site da prefeitura de Indaiatuba/SP. Abaixo, estão descritas as particularidades deste padrão:

1. Número e Série única do RPS

O sistema DEISS não faz uso de Série para a emissão de NFS-e, obrigando assim que o prestador utilize somente uma ÚNICA série e consequentemente não repita os números de RPS, utilizando-os sempre de forma sequencial.

2. Natureza da Operação

Tabela com as opções de Natureza da Operação aceitas pelo sistema DEISS:

Tabela
3. O sistema não permite:

  • Inutilização da Nota;
  • Recepção de RPS sem Tomador;
  • Não dispõe de ambiente de homologação.

4. Instalação DEISS

Primeiramente deve-se realizar o download da última versão do software DEISS Indaiatuba no portal da prefeitura, seguindo o caminho “Serviços->DEISS”:

Após o término da instalação, deve-se executar o software e nos campos correspondentes informar as credenciais de acesso cadastradas na prefeitura Inscrição Municipal/CNPJ e senha:

Para realizar a importação do arquivo gerado pelo InvoiCy, deve-se selecionar o menu “Nota Fiscal Eletrônica”, após deve-se clicar no botão “Importar Arquivo RPS”:

Após isso, deve-se clicar em “Verificar Arquivo”. Nessa etapa o sistema irá validar o arquivo importado, se o mesmo não apresentar nenhum problema, pode-se clicar em “Iniciar Emissão” para enviar as NFS-e à prefeitura, no entanto se houver algum problema o sistema mostrará que o mesmo existe e habilitará o botão “Inconsistências”, este permite ao contribuinte ver detalhadamente os problemas que ocorreram.

5. Tomador

O sistema DEISS requere obrigatoriamente a informação de CPF ou CNPJ do Tomador, no caso de empresas no exterior deve-se informar 99999999999999, já caso o contribuinte for pessoa física em regime especial de tributação deve-se informar o valor 00011111111111.

A informação do país do tomador é obrigatória para aqueles que residem fora do Brasil.

6. Substituição de NFS-e

Para realizar a substituição de uma NFS-e é importante lembrar de SEMPRE informar o Número do RPS e a Série da NFS-e a ser substituída (mesmo que a série para este padrão seja única).

7. Importação do Retorno

Como este padrão não tem suporte à Web Services, é necessário exportar um arquivo TXT contendo as informações das  NFS-e do sistema DEISS a fim de realizar a atualização do Status dos RPS emitidos na plataforma InvoiCy.

Veja um exemplo de XML enviado ao InvoiCy  clicando aqui.

Padrão DEISS

 

O Padrão DEISS é do tipo TXT, não disponibilizando Web Services para Recepção dos RPS, sendo necessário realizar download do Software DEISS disponibilizado no site da prefeitura de Indaiatuba/SP. Abaixo, estão descritas as particularidades deste padrão:

1. Número e Série única do RPS

O sistema DEISS não faz uso de Série para a emissão de NFS-e, obrigando assim que o prestador utilize somente uma ÚNICA série e consequentemente não repita os números de RPS, utilizando-os sempre de forma sequencial.

2. Natureza da Operação

Tabela com as opções de Natureza da Operação aceitas pelo sistema DEISS:

Tabela
3. O sistema não permite:

  • Inutilização da Nota;
  • Recepção de RPS sem Tomador;
  • Não dispõe de ambiente de homologação.

4. Instalação DEISS

Primeiramente deve-se realizar o download da última versão do software DEISS Indaiatuba no portal da prefeitura, seguindo o caminho “Serviços->DEISS”:

Após o término da instalação, deve-se executar o software e nos campos correspondentes informar as credenciais de acesso cadastradas na prefeitura Inscrição Municipal/CNPJ e senha):

Para Realizar a importação do arquivo gerado pelo InvoiCy, deve-se selecionar o menu “Nota Fiscal Eletrônica”, após deve-se clicar no botão “Importar Arquivo RPS”:

Após isso, deve-se clicar em “Verificar Arquivo”. Nessa etapa o sistema irá validar o arquivo importado, se o mesmo não apresentar nenhum problema, pode-se clicar em “Iniciar Emissão” para enviar as NFS-e à prefeitura, no entanto se houver algum problema o sistema mostrará que o mesmo existe e habilitará o botão “Inconsistências”, este permite ao contribuinte ver detalhadamente os problemas que ocorreram.

5. Tomador

O sistema DEISS requere obrigatoriamente a informação de CPF ou CNPJ do Tomador, no caso de empresas no exterior deve-se informar 99999999999999, já caso o contribuinte for pessoa física em regime especial de tributação deve-se informar o valor 00011111111111.

A informação do país do tomador é obrigatória para aqueles que residem fora do Brasil.

6. Substituição de NFS-e

Para realizar a substituição de uma NFS-e é importante lembrar de SEMPRE informar o Número do RPS e a Série da NFS-e a ser substituída (mesmo que a série para este padrão seja única).

7. Importação do Retorno

Como este padrão não tem suporte à Web Services, é necessário exportar um arquivo TXT contendo as informações das  NFS-e do sistema DEISS a fim de realizar a atualização do Status dos RPS emitidos na plataforma InvoiCy.

Veja um exemplo de XML enviado ao InvoiCy  clicando aqui.

Padrão Tributos Municipais

 

O padrão Tributos Municipais segue inicialmente o modelo TXT, porém possui algumas particularidades que devem ser vistas durante a integração do seu ERP.

1. Alíquota

Os campos de alíquota e valor do ISS devem ser informados apenas quando o item de serviço da empresa obrigar a informar tais campos. O campo deve estar cadastrado no Sistema de Tributação da Prefeitura.

2. Item da Lista de Serviço

O Item da Lista de Serviço deve estar cadastrado no sistema da prefeitura com seu respectivo código CNAE.

3. Importação de notas no Site da prefeitura

Ao enviar um RPS para o InvoiCy, o sistema retorna o arquivo txt que deverá ser feito o upload no site da prefeitura. Após o upload o arquivo é validado e os erros ou notas são apresentados em tela solicitando a confirmação.

EnvioRPS

ListaRPS

DadosRPS

4. Exportação da nota

Para atualizar posteriormente o status do RPS no InvoiCy é necessário exportar as notas no site da prefeitura no formato CSV e enviar para o InvoiCy. Procura-se pelas notas emitidas:

Emitidas

Em seguida na Consulta da NFS-e possuem filtros opcionais que o sistema dispõe como pode-se ver a seguir:

Filtros

Como pode-se observar na figura anterior utilizou-se o filtro 3 que possui como base o número do RPS e a série. Na figura seguinte a NFS-e consultada trazendo informações do Tomador, Quantidade de Notas Fiscais entre outras informações relevantes. Observa-se acima que possui o botão “ Exportar Notas Geradas”, portanto pode-se exportar todas as notas que se gerou dentro de determinada consulta.

ConsultaNFSe

5. Impressão de NFS-e da prefeitura

A impressão em PDF para modelo gerado pela prefeitura não está disponível.

6. Cancelamento

Para efetuar o cancelamento de uma nota deve-se enviar a mesma nota apenas alterando o campo Situação do RPS para ‘C’.

7. Exemplo de XML:

Para visualizar um exemplo de XML enviado ao InvoiCy, clique aqui.

 

Padrão Tributos Municipais – Antigo

 

O padrão Tributos Municipais segue inicialmente o modelo TXT, porém possui algumas particularidades que devem ser vistas durante a integração do seu ERP.

1. Alíquota

Os campos de alíquota e valor do ISS devem ser informados apenas quando o item de serviço da empresa obrigar a informar tais campos. O campo deve estar cadastrado no Sistema de Tributação da Prefeitura.

2. Item da Lista de Serviço

O Item da Lista de Serviço deve estar cadastrado no sistema da prefeitura com seu respectivo código CNAE.

3. Natureza da Operação:

O campo de natureza da operação deverá seguir o padrão ABRASF para empresas que não utilizam tabela unificada.

NatOp

4. Importação de notas no Site da prefeitura

Ao enviar um RPS para o InvoiCy, o sistema retorna o arquivo txt que deverá ser feito o upload no site da prefeitura. Após o upload o arquivo é validado e os erros ou notas são apresentados em tela solicitando a confirmação.

EnvioRPS

ListaRPS

DadosRPS

5. Exportação da nota

Para atualizar posteriormente o status do RPS no InvoiCy é necessário exportar as notas no site da prefeitura no formato CSV e enviar para o InvoiCy. Procura-se pelas notas emitidas:

EmitidasEm seguida na Consulta da NFS-e possuem filtros opcionais que o sistema dispõe como pode-se ver a seguir:

Filtros

Como pode-se observar na figura anterior utilizou-se o filtro 3 que possui como base o número do RPS e a série. Na figura seguinte a NFS-e consultada trazendo informações do Tomador, Quantidade de Notas Fiscais entre outras informações relevantes. Observa-se acima que possui o botão “ Exportar Notas Geradas”, portanto pode-se exportar todas as notas que se gerou dentro de determinada consulta.

ConsultaNFSe

6. Impressão de NFS-e da prefeitura

A impressão em PDF para modelo gerado pela prefeitura não está disponível.

7. Cancelamento

Para efetuar o cancelamento de uma nota deve-se enviar a mesma nota apenas alterando o campo Situação do RPS para ‘C’.

8. XML de exemplo:

Veja o exemplo de XML enviado ao InvoiCy NFS-e, clicando aqui.

Padrão Primax Online

 

O Padrão Primax Online não segue nenhum modelo ABRASF, porém oferece suporte à tecnologia de Web Services. Os Web Services utilizados são Recepção de Lote de RPS, Consulta de Lote de RPS e Consulta de NFS-e por RPS e Cancelamento de NFS-e. Abaixo estão descritas as particularidades deste novo padrão:

 1. O sistema não permite:

  • Inutilização da Nota;
  • Substituição de NFS-e;

2. Número e Série do RPS

A numeração do RPS deve ser sequencial e não deve ser reiniciada ao trocar de série.

3. Tomador

O sistema da prefeitura não permite o envio de um Lote de RPS contendo RPS sem Tomador.

4. Ambiente de Homologação

Quando a nota é emitida para homologação (no InvoiCy) o sistema utiliza um método de testes, que retorna apenas se existem erros no RPS. Caso não existem erros, o InvoiCy marca o RPS como efetivado, para que o usuário tenha um feedback, mas a prefeitura não gera número da nota e código de verificação quando o ambiente é de homologação. Não é possível realizar a consulta nem cancelamento (estas ações somente estão disponíveis no ambiente de produção).

5. Usuário e Senha

A comunicação com os Web Services requer o uso de usuário e senha, as mesmas utilizadas para acesso à área do contribuinte no sistema web disponibilizado pela prefeitura. No InvoiCy, o usuário e senha devem ser informados de acordo com o exemplo apresentado na imagem.

UsuSen

6. Natureza da Operação

O padrão Primax Online utiliza os mesmos valores de Natureza da Operação do modelo Abrasf 2 na tabela unificada.

Veja um exemplo de XML enviado ao InvoiCy NFS-e, clicando aqui.

Padrão Primax Online – Antigo

O Padrão Primax Online não segue nenhum modelo ABRASF, porém oferece suporte à tecnologia de Web Services. Os Web Services utilizados são Recepção de Lote de RPS, Consulta de Lote de RPS e Consulta de NFS-e por RPS e Cancelamento de NFS-e. Abaixo estão descritas as particularidades deste novo padrão:

1. O sistema não permite:

  • Inutilização da Nota;
  • Substituição de NFS-e;

2. Natureza da Operação

O padrão Primax Online utiliza os mesmos valores de natureza da operação do modelo Abrasf 2, que são:

NatOp

3. Número e Série do RPS

A numeração do RPS deve ser sequencial e não deve ser reiniciada ao trocar de série.

4. Tomador

O sistema da prefeitura não permite o envio de um Lote de RPS contendo RPS sem Tomador.

5. Ambiente de Homologação

Quando a nota é emitida para homologação (no InvoiCy) o sistema utiliza um método de testes, que retorna apenas se existem erros no RPS. Caso não existem erros, o InvoiCy marca o RPS como efetivado, para que o usuário tenha um feedback, mas a prefeitura não gera número da nota e código de verificação quando o ambiente é de homologação. Não é possível realizar a consulta nem cancelamento (estas ações somente estão disponíveis no ambiente de produção).

6. Usuário e Senha

A comunicação com os Web Services requer o uso de usuário e senha, as mesmas utilizadas para acesso à área do contribuinte no sistema web disponibilizado pela prefeitura. No InvoiCy, o usuário e senha devem ser informados de acordo com o exemplo apresentado na imagem.

UsuSen

Para visualizar um exemplo de XML enviado ao InvoiCy NFS-e, clique aqui.

Novidades das últimas versões InvoiCy NFS-e

 

Últimas versões InvoiCy NFS-e – v2.39.0.0 (Março/2015) à v2.60.0.0 (Março/2016)

Nas últimas versões, foram implantados os padrões abaixo relacionados com seus respectivos municípios de abrangência:

  • Padrão FacilitaISS
    • Estado MG: Piumhi, Santa Maria do Suaçui.
  • Padrão Governa
    • Estado MG: Araporã, Conceição das Alagoas, Iturama, Lagoa Formosa, Tupaciguara.
  • Padrão SH3
    • Estado MG: São João Del Rei.
  • Padrão Tecnos
    • Estado RS: Encantado, Estancia Velha, Estrela, Flores da Cunha, Ivoti, Nova Prata, Portão, Presidente Lucena, São Sebastião do Caí, Serafina Correa, Teutonia, Veranopolis.
  • Padrão Tinus Upload
    • Estado PE: Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Vitória de Santo Antão.
    • Estado RN: Mossoro.
  • Padrão SEMFAZ
    • Estado RO: Porto Velho.
  • Padrão ISS ONLINE – AEG
    • Estado MS: Ponta Porã, São Gabriel do Oeste.
  • Padrão SIGCORP RIOGRANDE
    • Estado RS: Rio Grande.
  • Padrão CONAM
    • Estado MG: Varginha.
    • Estado SP: Boituva, Cabreúva, Caieiras, Cajuru, Ferraz de Vasconcelos, Itapecerica da Serra, Limeira, Mairiporã, Pirassununga, Poá, Taboão da Serra.
  • Padrão INFISC 1.4
    • Estado RS: Santiago.
  • Padrão Comunix
    • Estado SP: Ipeúna, Piracaia, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Maria da Serra.
  • Padrão NF-eletronica
    • Estado SP: Valinhos.
  • Padrão E-Receita
    • Estado MG: Montes Claros.
  • Padrão ArrecadaNet
    • Estado GO: Barro Alto, Caiapônia, Campinorte, Itapaci, Novo Gama, Padre Bernardo, Uruaçu.
    • Estado TO: Guaraí.
  • Padrão SIGCORP SAO GONCALO
    • Estado RJ: São Gonçalo.
  • Padrão System
    • Estado RS: Canela, Erechim.
  • Padrão Governo Digital
    • Estado MG: Belo Oriente, Divinópolis, Guaxupé, Lavras, Paracatu, Pedro Leopoldo, Prata, São José da Lapa, Teófilo Otoni.
    • Estado BA: Teixeira de Freitas.
    • Estado SP: Bragança Paulista.
  • Padrão Egoverne ISS
    • Estado SP: Osasco.
  • Padrão INFISC Sapucaia
    • Estado RS: Sapucaia do Sul.
  • Padrão Memory
    • Estado MG: Conselheiro Lafaiete, Janaúba, Vespasiano.
  • Padrão e-nota PortalPúblico
    • Estado PA: Curionópolis, Medicilândia, Rurópolis, Uruará.
    • Estado PI: Esperantina, Picos.
    • Estado RS: Fortaleza dos Valos, Vera Cruz.
    • Estado PE: Garanhuns.
    • Estado CE: Iguatu.
    • Estado SP: Ilhabela, Pariquera-Açu.
    • Estado AM: Itacoatiara.
    • Estado MG: Rio Pardo de Minas.
  • Padrão GOVERNA TXT
    • Estado PA: Parauapebas.
  • Padrão ISS Simples – SpConsig
    • Estado PB: Cajazeiras.
    • Estado MA: Imperatriz.
  • Padrão RLZ
    • Estado SP: Ilha Solteira, Jales, Pereira Barreto, Rancharia, Santa Fé do Sul, Valentim Gentil.
  • Padrão PMJP
    • Estado PB: João Pessoa .
  • Padrão Governo Eletronico
    • Estado CE: Beberibe, Crateus, Crato, Guaraciaba do Norte, Itaitinga, Jijoca de Jericoacoara, Maracanaú, Pindoretama, Quixeramobim, Tauá, Tiangua.
    • Estado PE: Petrolina.
  • Padrão SAATRI
    • Estado RR: Boa Vista.
    • Estado BA: Catu, Dias D’ávila, Eunápolis, Ibotirama, Ipiau, Irará, Itaberaba, Itacaré, Itiúba, Jacobina, Lapão, São Desiderio.
  • Padrão INFISC Farroupilha
    • Estado RS: Farroupilha.
  • Padrão SIAM
    • Estado SE: Barra dos Coqueiros, Laranjeiras, Nossa Senhora do Socorro, Tomar do Geru.
    • Estado BA: Cachoeira, Malhada, Remanso, Ribeira do Pombal.
    • Estado CE: Itapagé.
    • Estado AL: Palmeira dos Índios.
  • Padrão Dueto 2.0
    • Estado RJ: Itaperuna.
    • Estado PR: Guarapuava.
    • Estado SP: Cândido Mota.
  • Padrão Dueto
    • Estado RS: Caçapava do Sul
  • Padrão PortalFacil
    • Estado MG: Caratinga, Governador Valadares, Ipatinga.
  • Padrão NFSE-Ecidade
    • Estado MG: Sete Lagoas.
  • Padrão Coplan
    • Estado MT: Alta Floresta, Campo Novo do Parecis, Campo Verde, Canarana, Colider, Matupá, Nobres, Nova Mutum, Paranatinga.
  • Padrão CENTI
    • Estado GO: Águas Lindas de Goiás, Cachoeira Alta, Planaltina, Posse.
  • Padrão SIGCORP BAURU
    • Estado SP: Bauru.
  • Padrão ISSNFE Online
    • Estado MG: Abaete, Bom Jesus do Amparo, Brazopolis, Buritis, Conceicao das Pedras, Conceicao do Para, Cristina, Delfim Moreira, Felicio dos Santos, Felixlandia, Guapé, Itapecerica, Mario Campos, Materlandia, Pedralva, Piranguçu, Piranguinho, Santo Antonio do Amparo, Santos Dumont, Sao Joao Batista do Gloria, Sao Jose do Alegre, Serro, Varjao de Minas, Wenceslau Braz.
  • Padrão WEBISS
    • Estado BA: Candeiras
  • Padrão ISS4R
    • Estado SP: Itararé

Detalhamento das versões

Para conhecer todas as solicitações realizadas nessas versões, clique aqui.

Padrão ISSNFe On-line

 

O padrão ISSNFe On-line apresenta as seguintes diferenças em relação ao padrão ABRASF:

1. AIDF

Para realizar a emissão de NFSe, é necessário solicitar a liberação de AIDF junto à prefeitura. Há uma possibilidade de realizar esta requisição via sistema, porém para esta situação, somente será possível requisitar a liberação de uma nota.

Obs: Caso já tenha sido solicitada essa liberação para emissão via digitação, não é necessário solicitar novamente, pois ela vale para estes dois tipos de emissão.

2. Intermediário

É possível informar um intermediário do serviço, porém a prefeitura não valida esta possibilidade.

3. Exemplo XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML enviado ao InvoiCy.

Padrão ISS On-line Supernova

O Padrão ISS On-line Supernova segue o modelo ABRASF 2.01, oferecendo também suporte à tecnologia de Web Services. Os Web Services utilizados são Recepção de Lote de RPS Assíncrono, Consulta de Lote de RPS e Consulta de NFS-e por RPS. Abaixo estão descritas as particularidades deste novo padrão:

1. O sistema não permite:

  • Inutilização da Nota;
  • Substituição de NFS-e;
  • Envio de RPS sem tomador de serviços;
  • Cancelamento de NFS-e via Web Service.

2. Número e Série do RPS

O prestador deverá entrar em contato com a prefeitura para saber qual é a Série a ser utilizada para a emissão de suas NFS-e, pois o sistema não permite a utilização de Séries aleatórias.

3. Substituição de RPS

O sistema não permite a substituição de RPS, pois o cancelamento das NFS-e deve ser realizado diretamente no sistema web da prefeitura.

4. Tomador

O sistema da prefeitura não permite o envio de um Lote de RPS contendo RPS sem Tomador.

5. Senha e Palavra Secreta

A comunicação com os Web Services requer o uso da senha e da palavra secreta, as mesmas utilizadas para acesso à área do contribuinte no sistema web disponibilizado pela prefeitura.

Na plataforma InvoiCy, a Senha deve-se ser informada no campo “Senha Autent.” E a Palavra Secreta deve-se informar no campo “Chave primária Autent.”, como mostra o exemplo abaixo.

5

6. Exemplo de XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML enviado ao InvoiCy.

Padrão JGBAIAO

 

O padrão JGBAIAO segue inicialmente o modelo Abrasf 2.0, porém possui diversas particularidades que devem ser vistas durante a integração do seu ERP.

1. Usuário e Senha de Autenticação:

No cadastro da empresa no InvoiCy é necessário informar os campos usuário e senha de autenticação de login no sistema do município.

2. Ambiente de Homologação

Deve-se fazer a solicitação do serviço de homologação enviando um e-mail para a prefeitura tributos@paraibanet.com.br, para fazer a liberação da base em homologação conforme informações que são passadas pelo setor.

3. Alíquota

O valor de ISS e a alíquota de ISS não serão enviados para a prefeitura pois isso ocasiona rejeição do XML. Desta forma, a prefeitura realiza os cálculos com base na alíquota que a empresa tem cadastrada no município. Entretanto o usuário poderá informa-los normalmente para que apareça no espelho da nota no InvoiCy.

4. Município de incidência

É obrigatório informar o município de incidência, mesmo que tributação seja do próprio município.

5. Tomador do Estrangeiro

Se o tomador for estrangeiro, não deverá informar CPF/CNPJ, código do município, UF nem CEP.

6. Cancelamento/Substituição

O município somente permite cancelar ou substituir notas com tomador declarado, conforme a mensagem de erro: “Cancelamento de NFS-e com tomador do serviço não informado não pode ser feito por esse serviço. – O cancelamento de uma NFS-e com tomador do serviço não informado deverá ser feito por meio de processo administrativo aberto na repartição fazendária. ”

Neste caso deverá entrar em contato diretamente com a prefeitura para cancelar a nota.

7. Impressão de NFS-e da prefeitura

A impressão em PDF para modelo gerado pela prefeitura não está disponível.

8. Exemplo de XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML enviado ao InvoiCy.