Chave de Comunicação Inválida

 

Olá! Neste artigo vamos apresentar algumas das principais causas do retorno 173 – Chave de Comunicação inválida, muito comum no início da integração, e que pode causar bastante dúvida no início dos testes de desenvolvimento.

Vamos lá! Antes de mais nada, devemos entender como funciona o processo de validação da chave de comunicação no InvoiCy. A essa altura, você já deve saber que é necessário gerar uma chave de comunicação MD5, com base na chave de acesso da empresa com o XML que está sendo enviado. Essa informação é informada no parâmetro “EmpCK” do WebService. Caso tenha dúvidas quanto a geração do MD5, consulte o respectivo artigo clicando aqui.

Quando ocorrer alguma falha na geração desta chave MD5, você receberá o retorno 173 – Chave de Comunicação Inválida. Abaixo seguem alguns dos problemas rotineiros na geração da chave, que geram este retorno:

  • Usar chave errada para geração do MD5. Conforme visto no artigo “Gerando o Código Hash no formato MD5”, é necessário utilizar a chave de acesso da empresa cadastrada no InvoiCy. Ao término do cadastro de uma empresa, é gerada a chave que deve ser usada neste processo. Para se certificar de que está utilizando a chave correta, acesse no InvoiCy o Painel de Controle > Dados da empresa, e clique sobre o botão “Chave de Acesso”. Esta é a chave que deve ser utilizada para geração do MD5.
  • Enviar palavras com acentuação gráfica ou caracteres especiais no XML do documento. Não é permitido o envio de caracteres especiais no XML.
  • Dupla conversão do XML para texto. Sabemos que no momento do envio de um documento ao WebService, os caracteres < e > do XML devem ser substituídos por &lt; e &gt; respectivamente. A maioria das ferramentas de desenvolvimento já realiza essa conversão de forma automática, não sendo necessário fazer a conversão manualmente. Porém, quando é realizada a conversão manual e a ferramenta também realiza essa conversão, ocorre a dupla conversão, o que irá causar erro no momento do envio da nota, e poderá causar também erro de chave de comunicação inválida.
  • Modificar informações no XML após geração do MD5. Não é permitido alterações no XML após geração do MD5. Em caso de qualquer alteração, deverá ser gerado novamente o MD5.
  • Problemas no método gerador de MD5 da ferramenta de desenvolvimento. Principalmente na linguagem DELPHI, costuma ocorrer falha no processo de geração do MD5. Para comparar um MD5 gerado pela aplicação com o MD5 correto, pode-se usar o seguinte site: http://www.miraclesalad.com/webtools/md5.php

Basta inserir a chave de acesso mais o XML (tudo junto e linearizado), e então verificar o MD5 gerado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s