NFS-e de entrada – Como funciona

Última atualização em: 07 de maio, 2019

Para utilizar a NFS-e de entrada no InvoiCy é necessário contratar a extensão “Documentos importados”, e configurar uma caixa de leitura de e-mail onde são recebidas as notas fiscais.

Para saber mais sobre essa extensão leia o artigo Extensão Documentos importados.

Por padrão já virá selecionada a opção ‘Recebidos’ no parâmetro ‘Tipo de arquivos para importar no módulo NFS-e‘, como pode ser observado na imagem abaixo. Para configurar a caixa de e-mail basta clicar no link ‘Cadastrar caixa para leitura de e-mails’.

Um processo automático ficará rodando no servidor e fará a leitura dos XMLs na caixa de e-mail configurada.

Já para os municípios que possuem o serviço de retorno da NFS-e de entrada via Web Service, é sempre disparada uma consulta após a meia noite, consultando as notas do dia anterior, armazenando automaticamente no cloud os documentos retornados pelo município.

Obs.: Até o momento, possuímos 507 municípios integrados que disponibilizam o serviço via Web Service para retornar as notas de entrada.
Padrões: NF Paulistana, DUETO 2.0, BETHA 2.0, WEB ISS 2.0, ISSWEB Fiorilli.

Para identificar quais os municípios que disponibilizam a nota fiscal de entrada, é possível consultar através do nosso mapa de municípios integrados com NFS-e, clicando no link Municípios integrados com NFS-e.

Para visualizar as notas basta clicar no ícone da extensão ‘Documentos importados’ na parte superior direita da aplicação, conforme demonstra a imagem abaixo.

Através desse ícone é possível acessar a nova tela de documentos importados, onde serão listados todos os documentos NFS-e que foram importados para o InvoiCy.

Também disponibilizamos um serviço de exportação dessas notas de entrada. É possível disparar uma consulta no InvoiCy para obter o documento e dar entrada no ERP. Para utilizar esse serviço, siga os passos do artigo Exportação de NFS-e de entrada.

O fluxo abaixo demonstra as possíveis formas de importação de NFS-e de entrada.